[RESENHA DUPLA] Até mais, e obrigado pelos peixes! e Praticamente Inofensiva (Douglas Adams)

DSC01302

Hey!

Enfim, as últimas duas resenhas que faltavam da ‘trilógia de cinco’ do Douglas Adams : Até mais, e obrigado pelos peixes! e Praticamente Inofensiva. Já havia terminado a série de livros a um bom tempo, mas me faltava tempo (ficou estranha a frase,mas é isso mesmo) pra resenhar. Além de que, depois que você começa o segundo livro da série, não da pra dizer que “Ah,eu sei falar tudinho que tem livro.Explicar a história inteira”, por que não dá. Se você conseguir explicar toda a história dessa série,você é um gênio.

Mas bem, esqueçamos o fato do Mr.Adams ter um parafuso a menos, e vamos ao fato de que eu vou TENTAR resenhar esses dois livros. Será uma resenha dupla, por que se não o post ia ficar muito pequeno,além de que eu aproveito e não deixo passar mais tempo pra postar.

Até mais, e obrigado pelos peixes!

SINOPSE

Com mais de 15 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo e uma galeria interminável de fãs, a série que traz o inglês Arthur Dent e o extraterrestre Ford Prefect como protagonistas de loucas aventuras espaciais chega ao fim. Depois de viajar pelo Universo, ver o aniquilamento da Terra, participar de guerras interestelares e conhecer as mais extraordinárias criaturas, Arthur está de volta ao seu planeta. Tudo parece igual, mas ele descobre que algo muito estranho aconteceu na sua ausência. Curioso com o fato e apaixonado por uma garota tão estranha quanto o que quer que tenha acontecido, ele parte em busca de uma explicação.

COMENTÁRIO

Nesse livro, vemos Arthur voltando a Terra após oito maravilhosos (sqn) anos viajando pelo espaço. Mas o problema de tudo é exatamente esse : tudo estar loucamente normal. O fato é que até então Arthur pensava que a Terra e tudo que havia nela havia sido destruído pelos Vogons.

Em busca das respostas para tudo que ocorreu durante esse oito anos, Arthur acaba conhecendo Fenchurch (uma garota que se faz menção no primeiro livro da série), o que vem a ser um problema pra ele também, por que a menina tem surtos desde que os Vogons apareceram na Terra.

Como é de se esperar, Arthur se apaixona por ela. E é exatamente esse o fato que deixa Até mais, e obrigada pelos peixes! o livro mais normal  (ou menos maluco) da série. Considero o livro mais leve dos cinco, porém, acaba se tornando chatinho por isso também. Porém, como sempre, quando chega o final do livro Douglas Adams deixa uma linha que faz com que o leitor queria ler o próximo.

Praticamente Inofensiva

SINOPSE

Até hoje inédito no Brasil, “Praticamente Inofensiva” é tão polêmico quanto seu criador. Muitos o consideram o último volume da série “O Mochileiro das Galáxias” e outros afirmam tratar-se de um título independente, que apenas utiliza os mesmos personagens. Parte dessa controvérsia se deve aos 13 anos que separam este livro da primeira aventura de Arthur Dent, já que Adams iniciou a coleção no final dos anos 1970 e somente em 1992 retomou a história.
As inúmeras mudanças políticas, culturais e, principalmente, tecnológicas que aconteceram nesse período influenciaram os rumos da narrativa e tornaram “Praticamente Inofensiva” uma obra singular. Mas, em vez de perder o tom, Adams parece ainda mais irônico e profundo ao divagar sobre a vida, o Universo e tudo mais.
Situações hilárias, personagens imprevisíveis, descrições poéticas e paisagens surrealistas se mesclam com perfeição, resultando numa trama cheia de suspense, comédia e filosofia. Depois de muitos anos, Arthur Dent, Tricia McMillan e Ford Prefect se reencontram. Mas o que deveria ser uma festejada reunião de velhos amigos se transforma numa terrível confusão que põe em risco a vida de todos.
“Praticamente Inofensiva” é o toque final de Adams nessa divertida história. Não importa se faz parte da “trilogia” ou não: ele é o último presente do autor para os mais de 15 milhões de fãs que adotaram sua obra como ícone de uma geração.

COMENTÁRIO

ÚLTIMO LIVRO ! “Ysa,mas tem o sexto e o sétimo livro!” Eu sei, mas oficialmente a série foi composta por cinco livro (na verdade quatro,e depois o Adams escreveu Praticamente Inofensiva). Posso estar sendo chata,mas pra mim a série é composta de cinco livro pronto e fim. Talvez,um dia,quem sabe,eu posso ler os outros dois livros.

Bem, mesmo me doendo muito terminar a série, eu fiquei MUITO feliz de ter acabado. Motivos? Muitos. Primeiro é que poucas pessoas conseguem terminar a série ou ler todos os cinco Guias. Segundo, tem muito haver com o primeiro : gosto de poder dizer com todas as letras que li todos os Guias. Parece besteira,mas eu ligo. haha

Começando agora a história propriamente dita, nesse último Guia, o Douglas segue a história com um rumo bem bagunçado, por assim dizer. São 13 aninhos que separam esse livro do quarto volume de série, e o livro mais parece uma história paralela a história original. Mesmos personagens,universos distintos.

O motivo pelo qual não são paralelos é o mesmo pelo qual o mar não é paralelo. Não significa nada. Você pode fatiar a Mistureba Generalizada de Todas as Coisas do jeito que quiser e geralmente vai acabar com algo que alguém vai chamar de lar.Por favor, sinta-se à vontade para enlouquecer agora

Nesse Guia podemos ver a história paralelas as histórias que vemos nós quatro livros anteriores. O que teria ocorrido se Tricia não tivesse fugido com Zaphod? Já pensou na possibilidade dela ter uma filha? E se Arthur fosse o Fazedor de Sanduíches? Bem,nada disso faz sentindo por que realmente não tem sentindo nem lógica nenhuma.

As chances de um neutrino atingir de fato alguma coisa enquanto viaja por esse imenso vazio são comparáveis as de jogar aleatoriamente uma bolinha de metal de um Boeing 747 em pleno voo e acertar, digamos, um sanduíche de ovo. Enfim, esse neutrino atingiu algo.

Só você lendo mesmo pra tentar entender o que acontece nesse último volume da série.

É isso galera! Não tem muito a se falar desse livro. Na verdade tem,mas se for falar é spoiler haha Um abraço pra todos vocês e MIL PERDÕES por não estar postando com regularidade. Culpa do IF hahaha

Acompanhe o Blog nas redes sociais:

Facebook ✽ Twitter ✽ Tumblr  ✽ Pinterest  ✽ Skoob

Anúncios

Um comentário em “[RESENHA DUPLA] Até mais, e obrigado pelos peixes! e Praticamente Inofensiva (Douglas Adams)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s