[RESENHA] Dias e Dias por Ana Miranda

Quem nunca ouviu Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá ?

O sábia se tornou simbolo mundial por meio dos versos de um dos mais conhecidos poetas brasileiros,Gonçalves Dias. Mas,já imaginou se alguém retratasse de uma forma poética e criativa a vida desse grande brasileiro? Foi exatamente isso que a romancista Ana Miranda fez.

FICHA TÉCNICA

Editora: Companhia das Letras

ISBN: ISBN-13: 9788535902853 ISBN-10: 8535902856

Páginas: 248

Nota: ★★★★★

Sinopse: Dias & Dias – ´Estamos diante de um livro que não se consegue parar de ler´, escreve José Mindlin na orelha deste novo romance de Ana Miranda. A história reúne três personagens centrais: Feliciana – uma jovem sonhadora e obstinada -, o poeta romântico Antonio Gonçalves Dias, por quem ela nutre uma longa e intensa paixão, e o sabiá – não um sabiá específico, mas a espécie inteira, que na ´Canção do Exílio´ simboliza a pátria distante. A narrativa de Ana Miranda combina história e ficção para contar uma história sobre o amor, os costumes provincianos no interior do Brasil durante o século XIX, a descoberta da cultura indígena, a beleza da poesia e os mistérios da sensibilidade. (Skoob)

O LIVRO

No livro Dias e Dias, Ana Miranda mistura a ficção e a realidade de uma forma criativa e apaixonada. O livro é narrado por Feliciana,uma jovem sonhadora e obstinada. A cada linha que lemos somos apresentados ao amor sem limites que a personagem fictícia sente pelo poeta Gonçalves Dias. Realidade e ficção se misturam de uma forma tão mágica que podemos fazer das palavras de José Mindlin ,nas orelhas do livro, as nossas : Feliciana é uma mulher que desvenda sem restrições o que sente, ao ponto que um leitor que ignorasse a autoria do livro diria, como o leitor que a conhecesse, que esta obra só poderia ter sido escrita por uma mulher de verdade.

A vida do poeta se torna conhecida para a personagem por meio de cartas que o mesmo envia para seu grande amigo Alexandre Teófilo. Maria Luiza, esposa de Alexandre,mostra todas as cartas a Feliciana, que nutre cada vez mais um amor enorme por Antônio. Assim,durante a narrativa podemos conhecer um pouco da infância do poeta e de como chegou a se tornar um dos mais conhecidos poetas brasileiros. O livro também trás detalhes da vida naquela época, e em muitas partes somos apresentados a detalhes da cultura indígena. Além disso, o leitor pode conhecer a relação entre portugueses e brasileiros naquela época,e as lutas que travaram.

Só descobri que eram belos os índios, seus adornos, seus costumes, quando li as composições de Antonio, “I-Juca-Pirama”, “Leito de folhas verdes”, “Marabá”, tão encantadoramente líricas […]

Falando sobre o amor de Feliciana por Gonçalves, a escritora relata isso de uma forma tão poética e apaixonada que o leitor chega a se apaixonar por ele também haha. Em muitos momentos Feliciana faz menção a poemas como a Canção do Exílio e Olhos Verdes (que ela acredita cegamente que Dias escreveu para ela).

A poesia fala em olhos verdes, e naquele momento, quando a li pela primeira vez, acreditei que fossem os meus olhos […]

[…] a poesia é para gente como Antonio, gente que não fala, gente que se sente desamada, sem mãe, que lê no banco da praça, ou gente que não sorri, que ama a solidão, o silêncio, o prado florido, a selva umbrosa e da rola o carpir, como mesmo disse Antonio, gente que ama a viração da tarde amena, o sussurro das águas, os acentos de profundo sentir, para esses é a poesia.

Além dos personagens principais, a narrativa trás personagens como o pai de Feliciana que coleciona sábias e o professor Adelino, que é apaixonado por Feliciana. Em muitos momentos eu senti pena dele,por que Feliciana tem um amor incondicional por Antonio e muito dificilmente se deixaria levar pelas tentativas tímidas do professor. Ele também não faz ideia que de nada vale tentar mostrar seu amor por ela. 😦

Mas enfim… Dias e Dias é o tipo de leitura que você começa e só para quando termina o livro, e aqui coloco uma grande observação: quando isso acontecer você vai ficar “MEU DEUS! Por que já acabou?!

OBS: Peguei esse livro na biblioteca do IFPB. Caso você estude lá poderá fazer o mesmo que fiz 😀

Acompanhe o Blog nas redes sociais:

Facebook  Twitter ✽ Tumblr  ✽ Pinterest  ✽ Ask  ✽ Skoob

Anúncios

3 comentários em “[RESENHA] Dias e Dias por Ana Miranda

  1. olá Ysa, adorei seu canal .. Queria a oportunidade de nos conhecermos melhor, afim de trocarmos experiências sobre esse fantástico mundo …

    1. Olá Anderson. Muito obrigada. 🙂 E pode ficar ‘avon’ pra me fazer perguntas ou me dar alguma dica de literatura pelo twitter ou pelo canal do blog. Podemos trocar nossas experiências nesse mundo maravilhoso dos livros 😊

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s