[RESENHA] Assassin’s Creed – Submundo do Oliver Bowden

Hey pessoas!

Olha só a resenha que eu estou trazendo hoje : Assasin’s Creed – Submundo. Gente… é muito amorzinho aqui por esse livro. Então… ao trabalho!

 :

 :

ISBN:  ISBN-13: 9788501106636 ISBN-10: 8501106631

Páginas: 364

Autor: Oliver Bowden

Editora : Record

Sinopse: Novo livro da série best-seller Assassin’s Creed; trama passada na Inglaterra Vitoriana. Na Londres de 1862, a cidade sente os efeitos da Revolução Industrial e a primeira estrada de ferro subterrânea começa a ser construída. A descoberta de um corpo nas escavações deflagra o início de um dos mais letais capítulos na contenda entre Templários e Assassinos. Trabalhando disfarçado, um Assassino com segredos obscuros e uma missão para derrotar o quartel-general dos Templários. Logo ele será conhecido como Henry Green, mentor de Jacob e Evie Frye. Por enquanto ele é apenas O Fantasma.

 :

Começo essa resenha dizendo que esse é o primeiro livro da série do Assassin’s Creed que eu leio, portanto, mesmo curtindo muito o estilo do jogo e tendo muito interesse por toda a história e temática, eu nunca havia tido contato com o universo do Assassin’s Creed de verdade.

 :

Portanto, ao começar a ler esse livro fui transportada para a Londres de 1862, onde o cheiro de fumaça toma conta do lugar, as ruas estão cobertas de lama e a condição de moradia da maioria das pessoas não é das melhores. Estamos falando dos resultados da Revolução Industrial. Londres está para receber a sua primeira estrada de ferro, e a cidade se vê dentro de um caos, devido a essa construção e as milhares de mudanças que ela trouxe.

Crianças sujas e quase sem roupa corriam pelo campo aberto para todos os lados, atirando latas velhas umas nas outras e disparando pela rua em frente aos casebres.

Dentro desse cenário, descobrimos uma disputa entre dois grupos, a Irmandade e os Templários, pela posse das Peças do Éden, artefatos espalhados pelo mundo que constituem os únicos remanescentes de uma civilização anterior a daqueles assassinos. Assim somos apresentados a Ethan Frye, e seu aprendiz, Jaydeep Mir, que logo mais a frente vem a ser conhecido como O Fantasma.

Toda essa trama começa a se torna ainda mais interessante quando vemos que a construção da estrada está sendo patrocinada pelos Templários e o motivo da escavação é bem maior do que parece. Assim, Jaydeep é colocado dentro de todo aquele projeto para vigiar e tentar conseguir uma vantagem, ou nesse caso a vitória, para Irmandade.

Logo nas primeiras páginas do livros podemos conhecer a história de Jaydeep e de como ele veio a se tornar O Fantasma. Um ponto que diferencia o garoto de todos os outros Assassinos é a falta do impulso para matar. O garoto é muito habilidoso, e em certos momentos tem seu dom descrito como sobrenatural, porém, falta disposição para matar alguém a sangue frio. E essa característica o tornará diferente de todos.

 :

O livro é cheio de cenas de ação na medida certa, que prendem a atenção do leitor no que está acontecendo. Além disso, algo que fez com que eu apaixona-se pela história foi o fato de Oliver descrever tão bem e de uma forma tão detalhada todo o cenário que envolve a trama. Por fazer isso ele conseguiu transportar o leitor para dentro do livro, para dentro daquele universo.

Outro ponto que vale salientar é o fato da trama não se passar apenas em um ano, por exemplo, mas em um período um pouco maior de tempo. Assim , conseguimos acompanhar o treinamento de Jaydeep e o seu crescimento, além de outros fatos muito importantes para toda a história. Isso evita sufocar o leitor, dando a impressão que a história aconteceu muito rapidamente, tirando toda a “realidade” que ela poderia passar. Contar a história em alguns anos fez com que toda a trama se torna-se ainda mais real pra mim.

 :

O livro também é cheio de personagens fascinantes. Além de Jaydeep e Ethan, que poderiam tomar conta do livro sozinhos, conhecemos Evie e Jacob, que são os personagens do último jogo lançado da franquia, Assassin’s Creed: Syndicate , além de outros que vou deixar para que vocês descubram sozinhos.

Meu veredito é : vale MUITO a pena ler. O livro tem uma trama muito bem desenvolvida, além da edição brasileira ter ficado fantástica. A capa está fantástica e a diagramação muito boa.

Por fim, só tenho mais uma coisa a dizer : quero muito ler os outros!

Acompanhe o Blog nas redes sociais:

Facebook  Twitter ✽ Tumblr  ✽ Pinterest ✽ Skoob

Anúncios

2 comentários em “[RESENHA] Assassin’s Creed – Submundo do Oliver Bowden

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s