[RESENHA] Pipocando – Os Bastidores do Maior Canal de Cinema da América Latina por Rolando e Bruno Bock

Heyyy pessoas incríveis da internet, tudo bem com vocês?

Hoje estou trazendo a resenha de um livro que estava muito ansiosa pra ler, o Pipocando – Os Bastidores do Maior Canal de Cinema da América Latina. O motivo de toda a minha ansiedade não se resumia apenas ao fato de ser super fã do Rolandinho (eterno crush <3) e do Bruno Bock, mas também por que vemos logo na capa a seguinte mensagem, escrita em letras amigáveis : Manual de sobrevivência para produzir no YouTube. Levando em conta que eu faço vídeos para o YouTube (não gente… não desisti do canal), receber algumas dicas do maior canal de cinema da América Latina não é nada ruim, não é mesmo?!

Este livro está sendo resenhado em parceria com a Editora Novo Conceito.

BASE WIDGTES FICHA TÉCNICA

ISBN:  ISBN-13: 9788581638133 ISBN-10: 8581638139

Páginas:  196

Autor: Rolandinho e Bruno Bock

Editora : Novo Conceito : Novas Páginas

Sinopse: Rolandinho e Bruno Bock compartilham, por meio do relato de suas histórias, os tropeços e acertos que levaram o Pipocando a alcançar marcas incríveis – 140 milhões de visualizações e mais de 1,7 milhão de inscritos, transformando-o no maior canal de cinema da América Latina – desde a criação dos primeiros projetos fracassados até o desafio de gerenciar e motivar uma equipe competente. Recheado de segredos, experiências e histórias hilárias, este livro pretende mostrar que o sucesso vem, na maioria das vezes, para quem tem coragem e disposição de sobra – claro, se você tiver café, também ajuda.

BASE WIDGTES O LIVRO

Eu realmente não imaginava que fosse amar tanto esse livro. No fim das contas, o motivo pelo qual o livro havia me chamado atenção, as dicas para criar conteúdo no YouTube, foi só a cereja do bolo para tudo o que eu li durante as páginas que antecedem o Manual de Sobrevivência para o YouTube. Eu pensava que já tinha motivo suficiente para ser fã desses caras, mas depois de ler esse livro… Bem, cheguei a conclusão que eles tem mais mil motivos para receber toda a admiração e carinho que recebem dos fãs.

Tudo começa com cada um deles contando um pouco sobre sua trajetória pessoal até chegar no Pipocando. Conhecemos um lado um tanto quando artístico e cultural na infância do Rolandinho, regado de muitas apresentações culturais na escola e uma adolescência bem nerd. Muito antes de vloggers serem algo conhecido no Brasil, Rolandinho já fazia isso a muito tempo e em 2009, o seu blog WiiFever, já estava bombando na internet.

Em outro trabalho, fizemos um teatro inspirado em Guimarães Rosa e, ao final, o palco todo foi preenchido por um grande cartaz com citações das obras, que vinha de uma estrutura de madeira que construímos e que era retrátil.Coisa de louca para gente da nossa idade! (pág.18)

Já no caso do Bruno, seu amor pelas câmeras nasceu bem cedo. Desde os 6 anos de idade, quando viu pela primeira vez uma filmadora caseira, o pequeno Bock se apaixonou pela arte de eternizar momentos.

A jornada dos dois até chegar ao Pipocando foi bem longa. Quem vê o canal de sucesso hoje, não imagina o quanto esses caras tiveram que ralar para conseguir isso. Antes do Pipocando, havia o Chacota Television, que foi uma espécie de escola para o projeto.

O Chacota Television foi um canal de humor criado por mim (Bruno) um pouco antes de o Rolandinho se mudar para São Paulo (…) Um roteador quebrado, um videogame queimado e muita criatividade : esse foi o começo do Chacota. (pág.51)

Nessa época, a Blues não produzia conteúdo ainda e a equipe ralava para produzir alguns filmes publicitários e vídeos institucionais. Mas, como nós bem sabemos, Rolandinho e Bruno Bock tem um talento inquestionável para produzir conteúdo e era isso que eles queriam. Depois de uma longa caminhada, e muita porta na cara, nasceu o que nós conhecemos hoje como Pipocando.

Num primeiro momento, o Bruno sugeriu o nome Pipocalhando. Eu tomei coragem para dar aquele toque no amiguinho e dizer que esse nome era uma vergonha, e mudamos para Pipocando. (pág.28)

Eu gostaria de contar detalhes de tudo que eu li nesse livro, mas se eu fizer isso tira a graça de quem não leu, por isso só vou dizer uma coisa : vale muito a pena ler sobre a história desses caras. Eles ralaram muito para chegar onde estão hoje, e merecem cada inscrito que tem.

A gente não comeu o pão que o diabo amassou, mas toda a cesta de café da manhã. (pág. 61)

Depois de mostrarem pra gente toda a trajetória por trás do Pipocando, Rolandinho e Bruno começam a mostra os bastidores por trás dos vídeos produzidos por eles. Desde a organização até criação de roteiro, gravação e edição, eles dão dicas valiosas pra quem está pensando em criar um canal no YouTube.

Além de apresentar um conteúdo muito valioso, o livro fala sobre todo o esforço e trabalho que está por trás de trabalhar no YouTube com uma linguagem muito divertida e simples. Sem dúvida, o livro consegue conquistar pela escrita dos meninos, que é fora de série.

Deadline – Período terrível de intervalo que existe entre a sua gastrite virar úlcera e a entrega da primeira versão do trabalho.  Nessas horas, é normal os softwares travarem, o hardware esquentar e todo tipo de zica acontecer. Nesse pequeno lapso de espaço e tempo, está a sua oportunidade de ferrar ou melhorar sua carreira.(pág. 85)

Por último, gostaria apenas de falar que a edição desse livro está de parabéns! Novo Conceito caprichou e o livro está lindão aqui no meu quarto.

Então é isso galera… Super indico a leitura desse livro. Se você não conhece o canal Pipocando, vai lá, assiste um vídeo e eu tenho certeza que você vai amar o conteúdo que os caras produzem.

Acompanhe o Hey Ysa nas redes sociais:

Facebook TwitterInstagram ▲ You Tube ▲ Pinterest ▲ Skoob

Anúncios

Um comentário em “[RESENHA] Pipocando – Os Bastidores do Maior Canal de Cinema da América Latina por Rolando e Bruno Bock

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s