The game is on! (Sherlock s04x01 – The Six Thatchers) | SÉRIES

Não sei o que dizer, apenas sentir.

Depois de três anos esperando por uma nova temporada, já que entre a terceira temporada (2014) e a quarta (2017) só tivemos um episódio especial de Natal, enfim chegou o dia em que os Sherlockians do mundo inteiro iriam parar com o sofrimento do hiatus eterno e sentar na frente de seus computadores e televisões para ver o detetive mais amado desse mundão : Sherlock Holmes. E depois de três anos, nada mais justo do que chegar chegando.

ALERTA : SPOILERS ! 

O primeiro episódio da 4 temporada já chegou cheio de traições, mentiras, crimes e tragedias. Algo que eu esperava a muito tempo acabou acontecendo logo no primeiro episódio da quarta temporada, mas eu vou comentar isso um pouco mais abaixo.

O episódio começou um pouco mais dark do que nós estamos acostumados. Durante todo o desenrolar da história ouvimos várias vezes uma fábula ser citada por Sherlock e outros dois personagens. O nome da fábula é Appointment in Samarra, e ela torna-se uma versão fictícia de tudo que está acontecendo no mundo real, o que acaba deixando o telespectador muito curioso : quem desempenhará cada papel e o final na vida real será o mesmo da fábula?

Após nos apresentar o clima que rodeará a nova temporada, podemos ver Sherlock, John e Mary trabalhando juntos. Um caso vai, outro vem, e você começa pensar se a série seguirá o mesmo ritmo e lógica das outras temporadas : pessoas aparecem com crimes, e o Sherlock os resolve em um piscar de olhos. Dai você se pergunta : o que aconteceu com o “Miss me?” e todo o clima pesado envolvendo o passado da Mary?

Bem, é evidente que Moriarty não deixou o Sherlock. Sempre houve uma dúvida se ele voltaria fisicamente ou de uma outra forma, mas o que realmente importa é que ele sempre está na cabeça do Mr.Holmes, e o persegue em todos os casos. Não há inimigo pior do que aquele que está preso dentro de nós. Sendo assim, enquanto ele resolve um caso envolvendo um jovem garoto que pretendia fazer uma surpresa ao seu pai, Holmes encontra uma outra cópia do pen drive que continha todas as informações sobre o passado de Mary, que havia sido destruído por John no último episódio da terceira temporada. Sim… foi nesse momento que eu dei um pulo de alegria e disse “É AGORA! VOCÊ NÃO ESCAPA!” Porém, diferente do que eu pensei, essa temporada trouxe um Sherlock mais humano, e vendo a vida de Mary em perigo, nosso querido detetive diz ter feito uma promessa – proteger Mary,John e sua pequena filhinha – e que ele fará de tudo para cumprir tal promessa. Não… melhor : ele fala, sem dúvida alguma, que irá proteger Mary. E foi aí que o problema apareceu.

Com o desenrolar do episódio, vemos a verdade sendo revelada e para a minha surpresa, não… a Mary não era a traidora da vez. Enquanto descobrimos que Mary não traiu a A.G.R.A, temos uma revelação chocante : nosso querido, amado, mister nice guy, John Watson, estava tendo um caso. Não vemos nenhuma cena onde nos é apresentado nitidamente que ele traiu a Mary, apenas troca de olhares e mensagens com uma jovem moça que ele conheceu em um ônibus. Porém, as cenas em que ele troca mensagens de texto e diz estar rodeado de mentiras, são suficientes para chegarmos a conclusão que ele realmente traiu a Mary. Não vou mentir que isso realmente me deixou chateada, já que desde que a Mary apareceu nessa série eu defendo o John e meto a malha na Mary. Mas enfim… voltemos a trama.

Após essa revelação bombástica, o episódio caminha para o seu ápice. O momento em que Mary paga sua dívida com Sherlock. Quando descobrimos a verdadeira traidora da A.G.R.A, a vida de Sherlock é colocada em jogo, quando a “vilã” do episódio aponta uma arma para o detetive e acaba atirando. Para salvar a vida do amigo, Mary se joga na frente de Sherlock, levando a bala em cheio. Os minutos seguintes são agoniantes : vemos Mary agonizando, pedindo para que John cuide de sua filha, dizendo que ele foi a melhor coisa que aconteceu na vida dela, e a cada frase, a situação vai ficando pior. Ele traiu ela, ela morreu. Como se a situação já não estivesse ruim o suficiente, a promessa vem a tona : Sherlock prometeu protege-la.

Eu já esperava a morte da Mary, já que nos livros sempre houve essa dúvida se ela havia morrido mesmo ou não, mesmo que todas as provas indiquem que sim. O que me tirou lágrimas no episódio não foi a morte dela, já que nunca fui fã da personagem, mas sim o que a morte dela trouxe. Como Steven Moffat falou em entrevista para o EW : A realidade é que Sherlock Holmes sempre será uma história sobre Sherlock e Dr. Watson. Eles foram divertidos como um trio, mas não funciona a longo prazo. […] Há um grande vilão a enfrentar, mas o centro da história será as consequências da morte de Mary e a culpa de Sherlock. Ele poderia ter feito melhor e foi esse estilo de vida que a matou. A situação poderia ter terminado de forma diferente se Sherlock não continuasse demonstrando suas habilidades naquele momento. Obviamente, não é culpa dele. Mary tentou salvar sua vida. Mas o fato de Sherlock não conseguir se controlar e isso foi o que culminou naquele tiro, adiciona uma nova camada. Vamos continuar o luto de uma forma adequada, vamos ter esta briga entre eles e será real, nunca irá embora completamente, pois você sempre pensa nisso, não importa quão imperecível seja esta amizade(AdoroCinema)

Isso me deixou bem chateada, já que sou fã de carteirinha dessa dupla. Minhas esperanças são de que a temporada acabe com eles bem, porém, duvido muito que isso acontece.

Agora, falando um pouco sobre o episódio como um todo. Eu realmente gostei, apesar de terminar de uma forma que me deixou bem chateada. Existem muitos mistérios que ainda serão esclarecidos (espero), como uma das cenas finais onde vemos Mycroft ligando para Sherrinford. Enfim, depois de três anos sem Sherlock, foi muita informação para um episódio só e eu ainda estou tentando me recuperar. Sendo assim, eu só tenho uma coisa dizer : The game is on!

ACOMPANHE O HEY YSA NAS REDES SOCIAIS:

Facebook TwitterInstagram ▲ You Tube ▲ Pinterest ▲ Skoob

divisor

Anúncios

Um comentário em “The game is on! (Sherlock s04x01 – The Six Thatchers) | SÉRIES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s