[YSA RECOMENDA] Março / 2016

Heyyy!!

Olha só mais um Ysa Recomenda pra vocês! 😀 Este mês tem Guerra Civil, Batman vs Superman, Demolidor, Bates Motel e Tudo e Todas as Coisas! 😀 Da só uma olhada!

GUERRA CIVIL SEM SPOILER 
TUDO E TODAS AS COISAS
REVIEW DE BATES MOTEL EP 1 
REVIEW DE BATES MOTEL EP 2 
REVIEW DE BATES MOTEL EP 3 

E ai, gostaram das recomendações? 😀

Acompanhe o Blog nas redes sociais:

Facebook  Twitter ✽ Tumblr  ✽ Pinterest ✽ Skoob

Anúncios

[FAVORITOS DO MÊS] Janeiro/2016

Hey pessoas!

Nas últimas semanas eu tenho recebido muitas dicas de posts e vídeos, e desde já agradeço pela participação de vocês, principalmente pelo You Tube. Uma dos pedidos de vídeo que recebi foi para fazer um favorito do mês, falando sobre livros, músicas e séries que curtir durante aquele mês. Como eu não havia me planejado para fazer isso esse mês, não consegui gravar e postar no canal. Porém, como curtir bastante a ideia, resolvi falar pra vocês sobre as minhas séries, livros, músicas e filmes favoritos do mês de janeiro, em post mesmo.

Vamos ao trabalho!

OBS: Lembrando que tudo que foi para esse post, não necessariamente foi lançado em janeiro, mas foi algo em que eu fiquei viciado no mês ou eu curtir muito nesse mês.

MÚSICAS

Just put your heart in my hands

I promise it won’t get broken

We’ll never forget this moment

It will stay brand new

‘Cause I’ll love you

Over and over again

Nathan Sykes – Over And Over Again : Gente… eu simplesmente A M O a voz do Nathan Sykes. Sempre gostei muito dele cantando no The Wanted, então apenas imagem o meu momento freak quando ouvi as músicas solo dele ❤ Sem falar que ele cantando com a Ari é a melhor combinação ever.

When you hold me in the street

And you kiss me on the dancefloor

I wish that it could be like that

Why can’t it be like that?

Cause I’m yours

 

Little Mix – Secret Love Song : Não sou a maior fã de girlbands, mas Little Mix é uma das poucas que eu ouço e curto muito as músicas. E Secret Love Song é viciante ❤

Pro tanto que eu te queria o perto nunca bastava

E essa proximidade não dava

Me perdi no que era real e no que eu inventei

Rescrevi as memórias, deixei o cabelo crescer

E te dedico uma linda história confesso

Nem a maldade do tempo consegue me afastar de você

Tiê – A Noite (La Notte) : Não tem o que dizer sobre essa música, apenas escute.

SÉRIES E FILMES

A 5 ª Onda Foi um dos primeiros filmes baseados em livro que eu fui assistir sem saber de nada. Normalmente ou eu li o livro ou eu já sei de alguma coisa, por causa de amigos e outras pessoas que leram o livro. A experiencia de entrar no cinema e não saber NADA do que vai acontecer é muito boa, por que você é surpreendido com os plots. Sobre o filme : fantástico. Realmente gostei muito. A única coisa que me incomodou um pouco é a rapidez com que as coisas acontecem no começo do filme. Eu entendo que o foco era mostrar a 5º onda mesmo, mas as quatro primeiras ondas acontecem muito rápido e do nada você já tem um mundo devastado, tudo destruído e parece que não foi dada a devida importância para cada fato que aconteceu. Porém, isso não é algo que estraga o filme ou sei lá, faz da trama dele algo menos interessante.

Black Mirror – Esse foi uma série que me conquistou com um episodio visto. Não precisei ver vários para me convencer de que ia ser bom, até por que a série é composta por episódios fechados, não tem uma trama corrida que vai evoluindo com o passar do tempo. Infelizmente, não tive tempo de assistir tudo ainda, porém, eu posso garantir que é uma série diferente de qualquer outra que você já assistiu. Nela, o diretor procura mostrar que futuro os “espelhos negros” podem trazer para nós. É como se ele quisesse mostra a consequência de um futuro rodeado por Smartphones, televisões,computadores […] A consequência desse um vício.

LIVROS

No caso dos livros, eu vou apenas citar aqui, colocar a sinopse e o link para a resenha, onde eu falo melhor de cada um deles.

Inverso – “Ser adolescente é injusto”. Essa é uma das frases de Inverso e provavelmente a mais emblemática. O leitor se pega fazendo e refazendo suas próprias decisões o tempo todo no lugar de Megan e por isso mesmo entende o quão difícil é a decisão que ela deve tomar! E os personagens são tão bem construídos que saltam das páginas! Apaixonante, empolgante, angustiante! RESENHA

Diário De Um Louco – Gogol nasceu na Ucrânia , em 1809, e morreu em Moscou em 1852. Contista genial, romancista e teatrólogo, é considerado um dos fundadores da moderna literatura russa. Mal adaptado ao mundo Gogol morreu amargurado, vítima de alucinações, revoltado com seu tempo, a arte e a política. Renovador e vanguardista, trouxe para a literatura russa o realismo fantástico e escreveu algumas obras-primas do conto universal, como O Diário de um Louco, ambientado em São Petesburgo, um conto que mistura realidade e sonho. RESENHA

Então é isso galera! Espero que vocês tenham gostado do post, e a partir dos próximos meses, esse tipo de atualização será feita em vídeo (eu espero).

Grande abraço e até a próxima!

Acompanhe o Blog nas redes sociais:

Facebook  Twitter ✽ Tumblr  ✽ Pinterest ✽ Skoob

[RESENHA- FILME] O Pequeno Príncipe

banner

Hey pessoas!

Então, já faz um tempinho que eu venho comentando aqui que um dos filmes que eu mais estava esperando pra ver este ano (além de Star Wars), era a nova adaptação de O Pequeno Príncipe. Estava toda feliz e saltitante, esperando para comprar meu ingresso para a pré-estreia/estreia. O que eu não sabia era que,ao menos aqui em Jampa, a pré-estreia foi bem antes da estreia nacional. O filme só irá estrear dia 20 deste mês, e a pré-estreia foi ontem (vai ter sessões de pré-estreia hoje e amanhã também). Estranho? Sim, mas não reclamei. Assim que fiquei sabendo fui correndo para o shopping para assistir. Por sorte, não estava cheio e eu consegui ingresso para a primeira sessão do filme.

E depois de toda essa introdução, é chegada a hora de falar pra vocês por que chorei litros no cinema assistindo esse filme. 😀

Direção: Mark Osborne

Gênero: Animação

Tempo: 1h46min


Nesse filme somos apresentados a uma garotinha que vive em um tempo onde as crianças não aproveitam mais sua infância, e passam essa época da vida em uma preparação para se tornar um adulto bem sucedido. A menininha mais parece um adulto em versão pocket, na busca para ser aceita em uma escola conceituada. A menina esquece como é ser criança, e vive em um mundinho onde sua mãe, extremamente sistemática, monta o plano da sua vida. Cada atividade tem sua determinada hora no dia, para o determinado dia do mês, para o determinado mês do ano, para um determinado ano da sua vida.

Da um pouco de agonia ver a menina agindo como um adulto, e principalmente ver a mãe controlando tudo isso. Em uma parte do filme ela chega a dizer para a garotinha algo como “Muito bem, minha futura vice-presidente!“, mostrando que o sucesso na vida pra ela é ter um emprego que pague muito bem e tenha prestigio para a sociedade. Porém, essa regime que a nossa Pequena Menina vive não dura muito até começar a ser desconsiderado. Tudo muda quando ela conhece seu vizinho, O Aviador. Um senhor, que tem uma casa colorida e cheia de pássaros, e passa os seus dias a concertar um avião que tem no quintal. Esse velhinho irá contar para a menina a história de um pequeno príncipe, que após visitar vários planetas, chegou a Terra, e lá conheceu um aviador que havia caído no deserto.Por meio da história do príncipe, a menina começa a lembrar o que é ser criança.

Um dos pontos mais fantásticos desse filme é a forma como é contada a história do livro. Por meio dos desenhos do aviador, a menina vê a história do príncipe. Dessa forma, Mark Osborne conseguiu criar uma trama muito bonita e envolvente, e colocar dentro dela a história que todos nós conhecemos do livro de Antoine de Saint-Exupéry. Fazendo isso, ele conseguiu ser bem fiel ao livro e ao mesmo tempo surpreender aqueles que estão assistindo o filme, por mostrar a relação que a menina e o aviador criam, e a que fim isso levará.

O filme como um todo é muito emocionante, que leva a um final simplesmente lindo. Muitas das frases e diálogos do livro foram colocados no filme, o que é fantástico. Além disso, assim como o livro O Pequeno Príncipe, a adaptação conseguiu passar mensagens lindas.

Por esses motivos, eu super recomendo, principalmente para quem leu o livro. É emocionante.

O essencial é invisível aos olhos, e só se pode ver com o coração.

Acompanhe o Blog nas redes sociais:

Facebook  Twitter ✽ Tumblr  ✽ Pinterest  ✽ Ask  ✽ Skoob

[SESSÃO 42] Terremoto – A falha de San Andreas

BANNER DEFINITIVO SESSÃO 42

I’m not gonna lose you too. – Ray Gaines

Olá nerds deste vasto universo,aqui quem vos fala (ou nesse caso,escreve) é a menina que tentou gravar uma gameplay ontem e depois de 20 mn jogando percebeu que o programa não estava gravando! Gênia! A intenção era que o post da Sessão 42 dessa segunda fosse em vídeo,mas especificamente,uma gameplay do MRG:O jogo. Infelizmente não deu certo,mas vou tentar pra segunda da semana que vem! 😀

Então, hoje vamos falar de filme. Mas não é um filme qualquer, é O FILME! Estamos falando do novo sucesso estrelado por Dwayne Johnson (The Rock) :  Terremoto – A falha de San Andreas.

Nota: ★★★★★

Elenco Principal: Dwayne Johnson, Carla Gugino, Alexandra Daddario

Gênero: Ação, Aventura, Suspense

Tempo: 1h54min

Bem por cima, o filme mostra o personagem Ray, um piloto de helicóptero que trabalha em emergências, junto com a ex-esposa numa luta para chegar até San Francisco,com o objetivo de salvar a filha, Blake, da catástrofe que está destruindo a cidade (na verdade,destruindo parte da Califórnia) : um terremoto causado pela falha de San Andreas.  Pra quem não sabia, a Califórnia é “cortada” por um limite geológico de duas placas tectônicas : a do Pacífico e a Placa Norte-Americana. Essa fala recebe o nome de falha de San Andreas e tem sido responsável por vários tremores na Califórnia.

No filme , o terremoto que atinge a Califórnia é de 9.6 (se não me engano,não me recordo ao certo agora) e vem a ser o maior terremoto da história. As consequências,claro,não são poucas. Com uma riqueza de efeitos visuais, em pouco tempo de filme já podemos ver lugares como a Hoover Dam sempre completamente destruídos.

Falando do outro lado do filme, nas cenas em que os personagens de Ray e Emma juntos,começamos o entender o motivo da separação e que aquela situação em que os dois estão passando pode abrir uma porta para uma segunda chance no relacionamento. Essa questão de “estamos passando por coisas difíceis juntos” e Bum!, uma segunda chance pro relacionamento ressurge como Fênix, é bem comum e chega a ser um pouco clichê,porém e todavia, é o que todo mundo espera no filme haha

Falando sobre as cenas de ação,que são muitas por sinal,não há nada que reclamar. Os efeitos estão fantásticos e o filme parece muito MUITO real. Eu realmente gostei. Sobre The Rock,não precisamos nem comentar. O cara da um show em todo filme de ação.

Bem… em outras palavras : eu super recomendo o filme. É fantástico! 😀

Acompanhe o Blog nas redes sociais:

Facebook  Twitter ✽ Tumblr  ✽ Pinterest  ✽ Ask  ✽ Skoob

[FILME] Mad Max: Estrada da Fúria

mad-max-guitar-e1432131650309

My name is Max. My world is reduced to a single instinct: Survive. As the world fell it was hard to know who was more crazy. Me… Or everyone else.

Nota: ★★★★★

Elenco Principal: Tom Hardy, Charlize Theron, Zoë Kravitz

Gênero: Ação, Aventura

Tempo: 2h0min

Quem me acompanha aqui no blog sabe muito bem que eu amo assistir filmes e séries. Seja no cinema,na sala de casa ou no meu quarto, filmes sempre são uma boa diversão pra mim. Enfim, durante uma dessas idas ao cinema, acabei vendo o trailer de Mad Max:Estrada da Fúria e bem,achei muito legal, mas acabei me desanimando com o tempo e estava na espera para assistir,mas não super ansiosa ou algo do tipo. Ia ser só mais um filme de ação e tals.

Bem, cometi um enorme erro! O filme é simplesmente fantástico! Épico!

Mad Max

A sinopse do filme falha de certa forma, por que você vai assistir já com uma imagem pré montada de que será algo clichê.

Após ser capturado por Immortan Joe, um guerreiro das estradas chamado Max (Tom Hardy) se vê no meio de uma guerra mortal, iniciada pela Imperatriz Furiosa (Charlize Theron) na tentativa se salvar um grupo de garotas. Também tentanto fugir, Max aceita ajudar Furiosa em sua luta contra Joe e se vê dividido entre mais uma vez seguir sozinho seu caminho ou ficar com o grupo.

Comecei o filme pensando : Max vai ser o cara da vez, vai salvar a Furiosa e as meninas, destruir o Immortan e beleza,fim de filme. Porém, não demora muito para que essa imagem seja destruída. A Imperatriz Furiosa interpretada por Charlize Theron não é nem um pouco fraca, na verdade, não precisa da ajuda de Max para se manter viva. O filme nos apresenta uma personagem forte que luta junto com o personagem masculino e não é salva por ele. Eles lutam juntos para sobreviver e isso é mais legal. Você quebra o clichê da mulher indefesa que precisa do ‘herói’ para ser salva. Fantástico!

Vale ressaltar, que mesmo a personagem sendo alguém “forte” (coloquei aspas,por que não é necessariamente alguém forte fisicamente,mas alguém de atitude e que sabe se virar sozinha), ela não é representada como alguém insensível, ou até mesmo a imagem da mulher “durona”. Em algumas cenas, nós podemos ver que ela é uma mulher que tem sentimentos como qualquer outra.

Mad Max

Outro ponto interessante da história é quando conhecemos as ‘esposas’ de Immortan. A missão,por assim dizer,da Furiosa é levar essas mulheres até o Vale Verde, um lugar que trás esperança para aquelas mulheres. Durante a fuga e a corrida pela Estrada da Fúria, vemos as personagens sendo libertas daquela escravidão e dizendo frases como “We are not things. We are not things!” (Nós não somos coisas. Nós não somos coisas!)

De certa forma, o personagem de Max apenas da o nome ao filme e serve de ligação para o contexto em que ele se passa : temos de um lado a Imperatriz Furiosa e as esposas de Immortan e do outro lado Immortan, o cara ganancioso que tem controle sobre a aguá e os recursos naturais do local e por esse poder, tem milhares de “súditos” ou pessoas que são leais a ele.

If I’m gonna die, I’m gonna die historic on a fury road!

Bem, acredito que isso é tudo que eu posso falar. Só digo uma coisa: assistam a esse filme. É fantástico! Além da trama ser muito legal, a fotografia do filme é fantástica. Todos os efeitos foram muito bem feitos e o filme foi muito bem produzido.

MadMax-Gif-6

Acompanhe o Blog nas redes sociais:

Facebook  Twitter ✽ Tumblr  ✽ Pinterest  ✽ Ask  ✽ Skoob

[Sessão 42] #StarWarsDay – Star Wars Movie Tag

11008178_1052671084746819_1612728511_n

Há muito tempo, numa galáxia muito muito distante…

EBAA! Hoje é dia 4 de maio! Sim, crianças, hoje é Star Wars Day! Ok… mas pra você que não está entendendo nada,eu explico : trata-se de um trocadilho com a frase “May the force be with you/Que a força esteja com você” e a forma como se pronuncia 4 de maio em inglês “may the fourth“. Assim, o termo May the 4th Be With You ficou famoso e hoje nós temos o Star Wars Day 😀

E em comemoração a esse dia, eu vou responder a uma tag criada por um youtuber americano chamado Alex Carpenter (Vídeo original) . OBS: A tag está em inglês, portanto é provável que eu faça algumas adaptações ou mude o sentido de alguma pergunta. Será uma tag adaptada 😀

Star Wars Movie Tag

Qual é o seu favorito filme de Star Wars?

Eu tenho uma grande indecisão sobre qual é o meu favorito. Porém, dos seis lançados (não da pra falar sobre o sétimo,por que ainda não foi lançado,mas só pelo trailer já estou sentindo que vou acabar morrendo do coração), eu gosto muito do III, por que é onde tudo acontece: Darth Vader aparece pela primeira vez, os gêmeos são separados e você fica tipo “Agora o negócio ficou sério!”. O outro favorito é o IV ,por que é onde somos apresentados pela primeira vez ao Han Solo e aos gêmeos já crescidos : Luke e Leia. E cara… Tem Chewbacca e Millenium Falcon,tem coisa melhor que isso?! haha

Você seria um Jedi ou um Sith?

Um Jedi,sem dúvida. Mesmo sendo muito fã do lado sombrio da força hahaha

Quem o seu personagem favorito em Star Wars?

Odeio essas perguntas,por que eu nunca consigo escolher um. Vou arriscar dizer que é o Han Solo. Porém, eu também gosto muito de outros personagens : Yoda, R2-D2, C3PO, Leia, Chewbacca, Darth Vader (Não gostava do Anakin,mas gosto do Vader hahaha), dentre outros. 

Qual é o seu tema musical favorito em Star Wars?

Binary Sunset. Gosto muito da Marcha Imperial do Darth Vader também e da música da Catina Band no episódio IV.

Binary Sunset

Catina Band

Qual é a batalha mais legal em Star Wars?

Dos duelos, o meu preferido (um dos haha) é o Yoda vs Sidious. E das Guerras/Batalhas, todas tem que algo que eu gosto hahaha

Qual é a sua nave favorita?

Preciso mesmo responder?

Qual é o seu dialogo favorito?

São muitos,mas esse é um dos que eu mais gosto:

Luke – Estou procurando um grande guerreiro.
Yoda – Grande Guerreiro? Guerra não faz ninguém grande.

O que você acha da trilogia?

Comecei a gostar mesmo de Star Wars a pouco tempo,por que comecei a entender esse universo mesmo a pouco tempo hahaha Não me acho que sou a pessoa que mais entende no mundo, mas sem dúvida está no topo da minha lista de filmes favoritos. Eu gosto muito mesmo!

Lightsaber ou Blaster?

Lightsaber.

É isso pessoal! Agora, é tentar não morrer de ansiedade até o lançamento de Star Wars: The Force Awakens haha May the 4th Be With You!

Acompanhe o Blog nas redes sociais:

Facebook  Twitter ✽ Tumblr  ✽ Pinterest ✽ Skoob

[SESSÃO 42] O que eu achei de Vingadores : A Era de Ultron

DSC03607

There are no strings on me […]

É bem verdade que Vingadores : A Era de Ultron foi um filme que não deixou muitas surpresas. A Marvel já havia divulgado as cenas mais legais uma semana antes do filme chegar aos cinemas. Eu, como fã chata que sempre fui, não assisti as cenas pra guardar toda a surpresa pro filme. Porém,como vivemos em um mundo cheio de pessoas sem amor que não sabem guardar os spoilers para si mesmos,acabei sabendo do mesmo jeito.

Enfim… Mas é a Marvel, e como sempre, ela conseguiu deixar os fãs malucos do mesmo jeito.

Estive ontem na primeira sessão da pré-estreia do filme e meu Deus do céu : QUE FILME! A sessão já começou animada com alguns desenhistas na frente da entrada do cinema e além da galera do site FiqueLigado.com que compareceu pra ajudar na bagunça. Eles sempre estão presentes nas pré-estreias mais esperadas da ano,levando brindes pra galera. E dessa vez eu consegui! Ebaaa!! Levei pra casa alguns brindes,dentre eles uma caneca muito linda e três botons do filme.

Mas enfim… o que eu achei do filme?

SINOPSE

Tentanto proteger o planeta de ameaças como as vistas no primeiro Os Vingadores, Tony Stark busca construir um sistema de inteligência artifical que cuidaria da paz mundial. O projeto acaba dando errado e gera o nascimento do Ultron (voz de James Spader). Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Thor (Chris Hemsworth), Hulk (Mark Ruffalo), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) terão que se unir para mais uma vez salvar o dia. ( Fonte: AdoroCinema.com )

CRÍTICA (OBS: PODE CONTER SPOILERS) 

Você que está acompanhando o inicio dessa história desde os filmes do Capitão América e o Homem de Ferro sem dúvida deve ter ido ao cinema com uma expectativa gigantesca. Foi com esse sentimento que eu cheguei ao cinema, e na minha humilde opinião, o filme conseguiu alcançar essas expectativas. Enfim,para que as idéias não fiquem bagunçadas,vou falar sobre o filme em “tópicos” e não como um texto corrido. Vamos lá!

  • Logo no começo do filme, já podemos ver o espirito brincalhão e divertido que está sempre presente nos filmes da Marvel. Mesmo em cenas de luta, sempre existe alguma piadinha sobre a situação,como o fato de Steve não gostar do linguajar que Tony usa,por exemplo.
  • Uma das coisas que me surpreendeu foi a importância dada ao personagem Clint, ou Gavião Argueiro. Nos outros filmes ele parecia meio de lado,um personagem sem muita importância. Porém, nesse filme é passado uma imagem totalmente diferente do personagem, contando até mesmo um pouco da vida “pessoal” do personagem.
  • Com duas 2hrs 22 mn, o filme é bem dividido e consegue focar um pouco em cada parte da história. Conhecemos um pouco dos gêmeos Maximoff, como o Ultron acabou surgindo e um pouco da história de cada Vingador.
  • Uma das poucas coisas que não me agradou foi o fato de,com a mudança na história (nos HQs quem cria o Ultron é o Homem Formiga, ou Dr. Henry “Hank” Pym), em muitos momento Tony Stark passa uma imagem de um homem totalmente sem compaixão. É como se ele não se importa-se com os outros,como se eles não fossem um time. “Ah Ysa,mas o personagem é assim mesmo!” Enfim… se o personagem é assim mesmo,nesse filme isso ficou mais notável. O que o fato de não ser o Henry o criador do Ultron influenciou nessa visão do filme? Bem, como é o Tony que cria o Ultron,ele faz isso sem falar com mais ninguém,além do Bruce. Faz isso sem saber a opinião dos outros.Enfim… minha opinião. Fiquei meio bolada por que o Homem de Ferro é meu amorzinho ❤ ahaha
  • Como já se imaginava, Escarlate e Mércurio começam o filme contra os Vingadores e depois,no final, eles tomam vergonha e vem para o lado bom da força. É claro que é importante se analisar a situação e por que eles eram contra os Vingadores no começo,principalmente contra o Stark.
  • E como já havia sido divulgado,o herói surpresa do filme é o Visão e QUE HERÓI PERFEITO! Não esperava tanto,mas fui surpreendida por um herói fantástico! ❤
  • Outro ponto que chamou bastante atenção dos fãs,foi a relação entre a Nat e o Bruce.Sim, estava torcendo horrores pros dois ficarem juntos. São muito bonitas as cenas em que ela acalma ele e mostra que realmente está querendo investir sério na relação dos dois. E o Hulk tem um lugarzinho muito especial no meu coração, por que ele sempre é o cara quieto e sempre aquele papo de “Eu não vou poder te dar filhos” ou “É uma relação impossível!” 😦
  • Por fim, é muito legal a forma como nós acabamos conhecendo um pouquinho do passado ou dos medos de cada um da equipe. O filme deu um espaço legal pra isso e algumas questões foram explicadas com isso. Realmente muito bom!
  • E só mais um ponto, esse filme é o começo do fim. Vemos a primeira geração dos Vingadores se desfazendo, o cenário pra Guerra Civil e para o aparecimento do Garra Sônica sendo montado, além do aparecimento dos novos Vingadores,como a Feiticeira Escarlate.

É isso galera! O filme está muito bom. Fantástico! Foi muito bem feito e se você ainda não foi convencido a ver Vingadores : A Era de Ultron, eu tenho um último motivo pra você fazer isso: tem uma cena fantástica de Hulk vs Hulkbuster. ❤