Por dentro de… Clube da Luta Ed.Capa Dura + Ed. Colecionador

Esse é o primeiro Por dentro de…” Yayyy!

Esse quadro tem como objetivo mostrar alguns detalhes de edições especiais – ou só edições – de livros. As vezes, você viu aquele livro lindo, e está afim de comprar, mas não sabe como ele é por dentro – a diagramação, os detalhes… Então, esse vídeo serve exatamente pra isso. Sem explicação, é algo totalmente visual, para deixar você com ainda mais vontade de comprar aquela edição de colecionador que está em promoção ♡

Gostou? Quer saber mais sobre essa história? É só conferir a resenha que eu fiz aqui no blog. ❤

ACOMPANHE O HEY YSA NAS REDES SOCIAIS:

Facebook TwitterInstagram ▲ You Tube ▲ Pinterest ▲ Skoob

▁▁▁

Estou lendo… Prometo Perder, do Pedro Chagas Freitas | LIVRO

Desde o lançamento de Prometo Falhar, eu estava louca para ler algum texto do Pedro Chagas. Por sorte, acabei conseguindo sair do Mochilão da Record com seu novo livro, Prometo Perder, e agora não tem mais desculpa para não conhecer um pouco mais sobre a escrita desse autor.

Quando comecei a ler, percebi que ia ser bem difícil fazer uma resenha do livro, então resolvi fazer um post com “Estou lendo…”, falando um pouco sobre o livro enquanto estou lendo.

Nessa obra, que conseguiu ganhar meu coração na primeira página, somos apresentados a uma nova perspectiva do amor, talvez a perspectiva real do amor. Na maioria dos livros, esse sentimento é retratado como algo perfeito – o famoso felizes para sempre. Ou retratado como algo puro. Nunca que em um livro de romance romântico teríamos uma história onde o personagem se casaria com alguém que acabou de conhecer – tipo, a dois minutos – e teria a certeza que a ama verdadeiramente, como nunca amou alguém na vida. E bem… dentre os vários textos que temos nesse livro, nos deparados com um exatamente assim – o meu preferido, sem dúvida.

Somos todos apaixonados e malucos, perdoe a redundância.

A obra é composta de vários textos, não se resumindo a uma narrativa com começo, meio e fim. Temos textos de duas, três páginas… Ou páginas que se resumem a uma linha. Por isso, não existe uma forma de ler o livro: leia da primeira para a última páginas, do final para o começo, abre em um página aleatória e leia. Faça como achar melhor.

Prometo perder.
Prometo por vezes fraquejar, por vezes cair, por vezes ser incapaz de ganhar. Nem sempre conseguirei superar, nem sempre conseguirei ultrapassar. Nem sempre poderei ser capaz de ir tão longe como você me pede, de te dar exatamente o que você merecia que eu te desse. O que desesperadamente te quero dar. Nem sempre conseguirei sorrir, também.
Prometo perder.
Prometo ainda me manter vivo depois de cada derrota, resistir ao peso insustentável de cada impossibilidade. Há de haver momentos em que sem querer te magoarei, momentos em que sem querer tocarei no lado errado da ferida. Mas o que nunca vai acontecer é desistir só porque perdi, parar só porque é mais fácil, ceder só porque dói construir.
Prometo Perder.
Porque só quem ama corre o risco de perder; os outros correm apenas o risco de continuar perdidos.
Prometo Perder.
Porque só quem nunca amou nunca perdeu.

Prometo Perder surpreende, ironicamente, por falar do amor como ele realmente é, e não como as pessoas sonhariam que ele fosse. Afinal, como diz o autor, só quem nunca amou nunca perdeu.

É tão simples perceber a inutilidade das palavras quando “morte” tem apenas cinco letras e acaba com tudo.

Sem dúvida, um livro que todo mundo deveria dar um chance.

PROMETO PERDER

Autor: Pedro C. Freitas Nota: 10/10 Págs.: 308
Editora: Verus ISBN: ISBN-13: 9788576865810

Sinopse: A mais recente incursão do escritor português, que é sucesso na internet, por um universo poético e cheio de sensações, do qual leitor algum sairá o mesmo. Em uma viagem intimista e desconcertante, Pedro Chagas Freitas caminha, em Prometo perder, até o interior da emoção: da saudade ao desejo, da rebeldia à submissão, da dor ao amor, nada ficará por tocar. Permita-se sentir. (Skoob)

ACOMPANHE O HEY YSA NAS REDES SOCIAIS:

Facebook TwitterInstagram ▲ You Tube ▲ Pinterest ▲ Skoob

▁▁▁

Mochilão da Record 2017 – João Pessoa | EVENTO

O Mochilão da Record já está em sua terceira edição, e esse ano os leitores de João Pessoa conseguiram um para chamar de seu. Dentre as 13 cidades selecionadas, por meio de votação, João Pessoa foi uma das escolhidas para ter o evento no dia 29/04, lá na Livraria Leitura do Mangabeira Shopping.

E é claro que eu não podia perder.

No evento, que teve duas sessões, nós tivemos a presença da Rafaella e da Shirley – duas criaturinhas muito divertidas e fofas – que trabalham na Editora Record. Elas apresentaram vários lançamentos da editora e sortearam vários livros. Vou tentar colocar a maioria dos lançamentos aqui no post, mas não tudo, por que não consegui fotografar nem anotar tudo.

LANÇAMENTOS

Quando a Noite CaiO primeiro novidade é o lançamento do novo livro da FML Pepper, O Número 13. A autora de Não Pare! agora cria uma história onde as vidas de uma hacker sem escrúpulos e um lutador de MMA irão se cruzar em uma trama cheia de mistério e ação. Além de O Número 13, que deve ser lançando em outubro, temos uma nova edição de Belas Maldições (R$ 42,90), lançada pela Bertrand Brasil em maio.

Continuando com os anúncios, não poderia faltar a rainha da Editora Record, dona Carina Rissi. A autora vem com o lançamento de Quando a Noite Cai (R$ 39,90), que será feito com maio.

Agora, para os fãs de Romance de Época, 2017 será um ano de alegrias. Começamos pelo lançamento de O Príncipe Corvo (em julho), seguido da série Noivas da Semana  (em julho) – com sete livros. Um pouco antes, em maio, teremos o lançamento de Um Acordo de Cavalheiros (R$ 34,90), da Lucy Vargas. Nesse meio tempo, teremos também o lançamento de Whitney, meu amor (R$ 49,90), da Judith McNaught. Da mesma série, teremos também o lançamento de Até Você Chegar e Um Reino dos Sonhos, ainda sem data.

Saindo um pouco do romance de época, entrando em um estilo mais variado, teremos em maio o lançamento de Minha Vida Não Tão Perfeita (R$ 42,90), da Sophie Kinsella. No mês seguinte ao lançamento da Sophie, teremos o lançamento de O Melhor Guia K – POP Real Oficial (R$ 34,90), por Pedrugo.

Como eu disse, são muitos livros, então vou citar só mais quatro, que eu realmente fiquei maluca pra ler. O primeiro deles eu acabei trazendo pra casa, que é o lançamento do Pedro Chagas, o Prometo Perder. Os outros três são de suspense, e eu sai do evento maluca pra ter os três na mão : O Livro dos Espelhos, O Casal que Mora ao Lado e Em Águas Sombrias.

O evento foi maravilhoso e espero ano que vem o Mochilão venha novamente pra Jampa

mochilão 2017 (30)_Fotor.jpg

Para conferir as fotos de algumas das capas, é só ver nosso álbum na página do Facebook.

ACOMPANHE O HEY YSA NAS REDES SOCIAIS:

Facebook TwitterInstagram ▲ You Tube ▲ Pinterest ▲ Skoob

▁▁▁

13 Reasons Why – A adaptação que completou a história original | LIVRO X SÉRIE

Eu sei, eu sei! Já é a terceira vez que falo sobre Os 13 Porquês nesse blog nas últimas duas semanas. Eu prometo que esse será o último post! 😀

Quando comecei a assistir a série, a ideia de escrever um post falando das diferenças entre livro e adaptação não saia da minha cabeça. Eu gostaria de falar como, pra mim, a série meio que conseguiu completar a história do livro.  Daí, para ajudar, um amigo meu me pediu para fazer exatamente isso. Então… aqui estou eu!

Ah… E antes de qualquer coisa, gostaria de dizer que, eu sei que normalmente sou a chata que prefere o livro e fala “Não tinha isso” “Eles criaram isso“, mas existem algumas produções que conseguem fazer isso muito bem, e essa produção é um exemplo disso. Então sim : eu AMEI a adaptação.

OBS: VOCÊ ESTÁ ENTRANDO EM UMA ZONA DE SPOILER. LEIA POR SUA CONTA E RISCO. (Spoilers tanto do livro como da série)
  • O Clay não é tão lerdo no livro. Na série, devido ao background criado para a história, o pequeno Clay leva horas e horas de uma fita para a outra, quando no livro, ele ouve tudo em praticamente um noite.
  • No livro, a história se resume muito a relação Hannah/ Clay. Falei um pouco sobre isso na resenha que escrevi sobre ele. Quase não vemos os outros personagens – tirando o Tonny, que é meio que o Guardião das fitas. Por isso, esse efeito colateral, se assim podemos chamar, da decisão da Hannah sobre outros personagens – Justin, Jessica, Alex… – não é muito bem explanado no livro. Você se concentra muito no efeito que tudo está tendo sobre o Clay. Acho que foi nesse ponto que série ganhou meu coração. Foi muito interessante eles terem explorado o efeito de tudo que aconteceu nos outros personagens : como todos tentam calar a boca do Clay, como é pro Justin ter que contar sobre o caso de estupro para a Jessica, e assim por diante.

  • A relação entre a Hannah e o Clay, no livro, é muito… platônica, posso dizer. Temos a impressão de que ela sempre foi algo meio que inalcançável para ele, e ele tinha esse amor secreto por ela, sem nenhuma reciprocidade.  Ela era amiga dele e ponto. O único momento em que sentimos que algo pode rolar é quando eles se beijam na festa da Jéssica, mas até esse ponto tudo não passava de um amor secreto. Já na série, desde que os dois se conhecem, vemos que ela vai nutrindo aos poucos um sentimento por ele. É nesse ponto que vejo muito como, na série, ela é a única narradora, assim podemos conhecer bem o seu ponto de vista e sentimentos. Já no livro, o Clay acaba dividindo essa posição com ela.
  • No livro, quase não temos a participação dos pais da Hannah. Até certo ponto, podemos acreditar que eles não se importam nem um pouco com ela. Já na série, a relação é bem oposta. Por mais que, no fim das contas, elas acabaram meio que deixando os sinais passarem desapercebidos, eles amavam ela e se importavam com ela – uma relação que não é vista no livro.
  • O garoto morto no acidente causado por Sheri, no livro, é alguém desconhecido para Clay. No caso da série, o garoto morto acaba sendo um dos melhores amigos dele, o Jeff.
  • No livro, não temos nenhum sinal que Clay tivesse problemas psicológicos e precisasse de remédios. Já na série, o garoto já passou por tratamento e chega a ter visões em momento de muito stress. Além disso, a série aborda um lado mais rebelde do personagem – com sede de vingança pelo que aconteceu com Hannah. Ele chega a confrontar Bryce e gravar uma confissão do garoto, e nada disso acontece no livro.

  • Alex Standall não tenta suicídio.  Sim, o bebê de todo mundo que assiste essa série. O único que, mesmo fazendo besteira, eu não consegui odiar. Sim, nosso amado Alex não tenta suicídio no livro. Já na série, ele dá um tiro na própria cabeça e acaba em estado grave no hospital.

Além dessas diferenças maiores, temos algumas que podem ser consideradas apenas detalhes, como o fato de Sheri não receber esse nome no livro – seu nome é Jenny Kurtz. Além disso, a frase dita pelo grupo do Monet’s – formado por Hannah, Alex e Jessica – não é “FML” e sim “olly olly oxen free“, que foi traduzido para a edição brasileira como “Um, dois, três, podem sair da toca!“. E por fim, uma pequena mudança na ordem das fitas : no livro, Clay é o 9° e não o 11°. Por isso, a forma como acabamos sabendo dos fatos no livro, é totalmente cronológica, quando na série, os acontecimentos vem em um ordem reversa (os acontecimentos da festa da Jessica).

E aí? O que acharam dessas mudanças? Pessoalmente, acho que a série acabou completando o livro. Acho que por isso acabei gostando tanto. ❤

obs: As imagens desse post pertencem a Netflix.

ACOMPANHE O HEY YSA NAS REDES SOCIAIS:

Facebook TwitterInstagram ▲ You Tube ▲ Pinterest ▲ Skoob

▁▁▁

Psicologia na literatura | WISHLIST

A menos que você esteja em Marte nas últimas semanas, deve ter ouvido falar da nova série do momento, Thirteen Reasons Why (Os 13 Porquês), adaptação feita pela Netflix do livro de mesmo nome, escrito pelo americano Jay Asher (Leia nossa resenha).

A adaptação ganhou uma quantidade de fãs muito grande por tratar de temas como suicídio e bullying, conseguindo até mesmo encorajar algumas das pessoas que passam por esses problemas e pensam a respeito desse assunto, a procurar ajuda.

E, por mais que minha área acadêmica esteja bem longe da psicologia, eu sempre fui uma pessoa que gostou muito do assunto, principalmente quando ele é tratado em livros literários.

Por isso, resolvi mostrar pra vocês aqui a minha wishlist feita lá na Amazon, com livros que tratam sobre assuntos como bullying, pessoas com transtornos psicológicos… além de alguns livros que falam sobre algumas consequências mais sérias de alguns desses distúrbios – como crimes cometidos por pessoas com múltiplas personalidades. O que todos esses temas tem comum? Todos eles de alguma forma se encaixam na psicologia.

OBS: Poupei os livros se estivessem nessa lista seria automaticamente um spoiler.

So… Let’s go! 

Social Killers. Amigos Virtuais, Assassinos ReaisSerial Killers. Anatomia do Mal ● Arquivos Serial Killers. Made in Brasil ● Arquivos Serial Killers. Louco ou Cruel? ● A Lista Negra ● Misery ● Série do Dexter ( 6 livros : Link 1, Link 2, Link 3, Link 4, Link 5 e Link 6 ) ● Meu Coração e Outros Buracos Negros ● A Playlist de Hayden

Eu estou louca para ler esses livros. Coloquei sem ordem de preferência, afinal, quero todos.

Mas, e vocês? Já leram ou tem interesse em ler algum desses livros?

ACOMPANHE O HEY YSA NAS REDES SOCIAIS:

Facebook TwitterInstagram ▲ You Tube ▲ Pinterest ▲ Skoob

▁▁▁

TOP 5 – Leituras de 2016 | LIVROS

Chegou aquela época que a gente para e pensa em tudo que conseguimos ler durante 1 ano. Confesso que tive boas leituras nos últimos meses, então resolvi escolher 5 deles para recomendar para vocês! Vamos lá?

obs.1: Leituras desse não são necessariamente de livros lançamentos nesse ano.

obs.2: Os livros estão apontados sem ordem de preferência.

OS SOFRIMENTOS DO JOVEM WERTHER, J. W. GOETHE

divisor

Antes qualquer coisa, aquele pedido básico que faço toda vez que vou falar sobre esse livro : LEIAM! Pronto, depois do aviso e pedido, vamos ao livro.

O sofrimento é algo, muitas vezes, comum na vida das pessoas, e já foi trabalho diversas vezes na literatura. E um dos livros que mais ficou conhecido tratando desse assunto foi Os Sofrimentos do Jovem Werther, do J. W. Goethe. Em Os Sofrimentos do Jovem Werther, lemos cartas escritas pelo próprio Werther, destinadas a um amigo muito próximo chamado Wilhelm.

Por meio das cartas, nós acompanhamos o nascimento de um amor que não pode ser concretizado. Werther conhece e acaba se apaixonando por uma jovem chamada Lotte (ou Charlotte). O único problema, que acaba sendo o maior de todos, é que a jovem já está prometida a um rapaz, Albert. O fato do livro ser narrado em primeira pessoa acaba nos dando uma noção melhor do forma como o amor por Lotte vai tomando conta de Werther, e o consumindo.

No começo do livro, vemos que as cartas do jovem para seu amigo relatam fatos corriqueiros de sua vida, descrevendo as paisagens do lugar onde está e os costumes da população local. Porém, depois que Werther conhece Lotte, sua cabeça é dominada pelo amor e paixão que sente pela jovem, e as cartas para Wilhelm tem uma única temática sempre: Lotte. A partir daí vemos que a cada dia que passa, o amor secreto que sente pela jovem o vai consumindo. Ter que guardar tal ardente paixão o destrói. Nesse ponto, posso descrever Werther como uma pessoa um tanto impulsiva e levada muito facilmente pelos sentimentos. Ele se doa demais, se entrega demais ao amor que sente por Lotte.

O sofrimento em excesso pode tirar a sanidade da pessoa, e essa questão é muito bem trabalhada no livro. Em alguns momentos Werther questiona se realmente é correto chamar alguém de louco, sem antes conhecer o que levou a pessoa a tomar uma certa decisão, e muitas vezes defende o fato de alguém tirar a sua própria vida por isso.

DIÁRIO DE UM LOUCO, NIKOLAI GÓGOL

divisor

Assim como o sofrimento em excesso pode tirar a sanidade do homem, o amor cego e extremo pode levar uma pessoa a loucura. Essa temática é trabalhada em O Diário de um Louco do Nikolai Gógol. O livro, que é narrado em primeira pessoa, mostra o dia a dia de Aksénti Ivánovitch, um funcionário público que tem a simples tarefa de afiar as penas de escrever do Director. Para fugir da vida monótona, Aksenti cria uma vida paralela em sua cabeça, e essa aventura vai se tornando cada vez mais esquizofrênica. O que piora a situação é o fato dele nutrir um amor platônica pela filha do seu chefe, Sophie, e não poder concretizar tal paixão. Por meio das anotações e descrições que ele faz, acompanhamos a evolução da sua loucura.

Quem me acompanha no Hey Ysa desde o começo desse ano sabe que eu sou a louca (olha o trocadilho) e fascinada por livros que falem sobre loucura e o que a mente humana pode chegar a fazer com um individuo. Muito por esse motivo Psicose é o meu livro favorito ever.

Foi por essa paixão por loucura ( e meu amor não explicado por russos e seus livros) que eu resolvi ler  O Diário de um Louco. Me surpreendi. Eu acabo não dando tanta importância para livros e contos pequenos, por que não todo autor que consegue escrever uma boa trama, envolvente e que te deixe curioso, em poucas páginas. Mas Gógol mostrou que isso é possível e em apenas 56 páginas escreveu uma história fantástica, que merece ser lida por todo mundo.

O CURIOSO CASO DE BENJAMIN BUTTON, F. SCOTT FITZGERAld

divisor

Olha outro pequeno em páginas que também surpreendeu pela sua grandiosidade em conteúdo.  Em O Curioso Caso de Benjamin Button, conhecemos Mr. Button, um homem que vê seu sonho de ser pai ir quase por água abaixo quando o primeiro bebê da família nasce com a aparência de um senhor de 70 anos. Com uma barba longa, cabelo branco, pele enrugada e uma postura encurvada, o jovem Benjamin Button não parece nem um pouco com um bebê que nasceu a menos de seis horas.

A situação piora quando o pequeno grande Benjamin começa a ficar mais novo a cada dia que passa. O crescimento peculiar do rapaz trás para ele alguns problemas, tanto em suas relações pessoais como no seu progresso acadêmico.É muito interessante ver as decisões normais da vida, como casar-se com alguém, sendo tomadas por Benjamim. Você é levado a analisar as motivações do personagem, e ver como ele lida com cada situação. É realmente interessante (e muito engraçado).

SETE MINUTOS DEPOIS DA MEIA NOITE, PATRICK NESS

divisor

Conor é um menino com apenas 13 anos, mas com experiência suficiente para lidar com uma vida muito conturbada : tem mãe muito doente, um pai que foi embora para “outra família”, uma avó que não aparece uma avó e um garoto que não o deixa em paz na escola. A situação é tão difícil, que a aparição de um monstro em sua janela – com uma aparência que lembra muito um Groot do mau – não parece ser nada de outro mundo. O monstro gigante aparece sempre sete minutos depois da meia noite e , ao contrário do que muita gente pensaria, não deixa o pequeno Conor com medo.

Por meio de uma história comovente, Patrick Ness nos ensina que nem tudo na vida está em nosso poder, e que muitas vezes nós temos que apenas reconhecer a verdade da situação.

PROTOCOLO BLUEHAND : ALIENÍGENAS, EDUARDO SPOHR, AZAGHAL E JOVEM NERD

divisor

Se você acompanha o Jovem Nerd, este livro deve ter, com toda certeza, todo um sentido a mais. Estamos familiarizados com o nerd dotado de uma inteligencia fenomenal, que atende pelo codinome Bluehand. Mas não sei preocupe! Se você nunca ouviu um Nerdcast e não faz ideia de quem seja esse cara, o prefácio do livro vem trazendo um texto que irá contextualizar você nesse universo.

Logo após apresentar o leitor a arma secreta da nossa sobrevivência, o livro trás um sumário que mostra sua divisão em seis capítulos – conhecendo o inimigo, modus operandi, como combate-los, contato, invasão e vitória – e dois apêndices – os ets na sociedade humana e obras recomendadas.

Alguns pontos que eu gostaria de ressaltar : O livro tem uma qualidade FANTÁSTICA (como todos da Nerd Books). Além disso, ele lembra o estilo daquela série da Bertrand, sobre Star Wars, que é composta pelo Caminho do Jedi mais três livros. Todo o livro tem “rabiscos” e observações escritas “a mão”. Em algumas páginas tem marcas de xícara de café, além delas parecerem estar desgastadas. Isso é fantástico e dá um ar de realidade muito legal. E por fim, o livro tem várias (MUITAS mesmo) citações de filmes, séries e livros muito conhecidos entre os nerds❤

divisor

Já leram algum dos livros citados? Se não, eu SUPER recomendo a leitura de todos! Tem o selo de qualidade Hey Ysa ante perca de tempo haha’

ACOMPANHE O HEY YSA NAS REDES SOCIAIS:

Facebook TwitterInstagram ▲ You Tube ▲ Pinterest ▲ Skoob

Pré Lançamentos de 2017 da Novo Conceito

O ano nem começou ainda e a Novo Conceito já anunciou alguns dos lançamentos de 2017. Vamos dar uma olhada?!

OBS: NESSE POST VOCÊ ENCONTRARÁ A CAPA DO LIVRO, COM A SINOPSE (RETIRADA NO SITE DA NOVO CONCEITO).

Nc 2017

divisor

Fogo contra FogoFOGO CONTRA FOGO – A festa de Ano-novo terminou com uma tragédia irreparável, e Mary, Kat e Lillia podem não estar preparadas para o que está por vir. Após a morte de Rennie, Kat e Lillia tentam entender os acontecimentos fatais daquela noite. Ambas se culpam pela tragédia. Se Lillia não tivesse se apaixonado por Reevie. Se Kat não tivesse deixado Rennie ter partido sozinha. Se a vingança não tivesse ido longe demais, talvez as coisas seriam como antes. Agora, elas nunca mais serão as mesmas. Apenas Mary sabe a verdade sobre aquela noite. Sobre o que ela realmente é. Também descobriu a verdade sobre Lillia e Reeve terem se apaixonado, sobre Reeve ser feliz quando tudo o que ele merece é o sofrimento, assim como ela ainda sofre. Para Mary, as tentativas infantis de vingança ficaram no passado, ela está fora de controle e pretende sujar suas mãos de sangue, afinal, não tem mais nada a perder.

 ADICIONE A SUA LISTA DE DESEJADOS NO SKOOB

ISBN: 9788581634876

N° Páginas: 352

Autores: Jenny Han é autora best-seller do The New York Times e tem mestrado em Escrita Criativa pela New School.Siobhan Vivian é graduada em Escrita para Filmes e Televisão. Atualmente é professora na Universidade de Pittsburgh. É autora também de Não sou este tipo de garota e Conselho de amiga.

Sussurros do País das MaravilhasSUSSURROS DO PAÍS DAS MARAVILHAS – Alyssa Gardner entrou na toca do coelho para assumir o controle do seu destino. Ela sobreviveu à batalha pelo País das Maravilhas e pelo seu coração. No conto O Menino da Teia, Alison relembra o período em que viveu no País das Maravilhas e resgatou o homem que se tornaria seu marido e pai de sua filha, Alyssa. No A Mariposa no Espelho, conhecemos as lembranças de Morfeu, de quando ele mergulhou nas memórias de Jeb para descobrir os segredos dele e tentar ganhar, de uma vez por todas, o disputado coração de Alyssa. No Seis Coisas Impossíveis, Alyssa revive os momentos mais preciosos de sua vida após os aconntecimentos em Qualquer outro lugar, e o papel mágico que desempenhou para preservar a felicidade daqueles que ela ama. Em Sussurros do País das Maravilhas você encontrará três contos de lembranças inéditas e inesquecíveis. Junte-se novamente aos personagens da série O Lado mais Sombrio e embarque neste fantástico mundo.

 ADICIONE A SUA LISTA DE DESEJADOS NO SKOOB

ISBN: 9788581634937

N° Páginas: 272

Autores: A. G. Howard escreveu seu primeiro livro, O Lado Mais Sombrio , enquanto trabalhava em uma biblioteca escolar. A autora espera que o seu intrigante e psicodélico tributo a Lewis Carroll inspire os leitores a se interessarem pelas histórias que ela aprendeu a amar na infância. A. G. Howard vive em Amarillo, no Texas.

Se você tiver interesse em ler a resenha dos outros três livros da série, segue os links : O Lado Mais Sombrio, Atrás do Espelho e Qualquer Outro Lugar.

DesintegradosDESINTEGRADOS – A Fragmentação tornou-se um grande negócio com poderosos interesses políticos e corporativos em jogo. O governo não quer apenas continuar com ela, como também expandi-la. Cam foi feito inteiramente com as melhores partes de fragmentados e, tecnicamente, ele é um garoto que não existe. Um verdadeiro Frankstein do futuro, que luta para encontrar sua identidade e se questiona se um ser como ele pode ter alma. Quando as ações de um sádico caçador de recompensas ameaçam a causa de Connor, Lev e Risa, o destino de um deles é ligado ao de Cam. A aguardada sequência de Fragmentados desafia a suposição de onde começa e termina a vida e o que realmente significa viver.

 ADICIONE A SUA LISTA DE DESEJADOS NO SKOOB

ISBN: 9788581638102

N° Páginas: 416

Autores: Neal Shusterman já escreveu mais de 30 livros premiados para jovens e adultos, incluindo Full Tilt, a Trilogia Skinkacker, Unwholly, Bruiser e The Schwa Was Here, que recebeu o Boston Globe-Horn Award como melhor livro de ficção. Ele também escreve roteiros para o cinema e a televisão, como Animorphs e Goosebumps. Pai de quatro filhos, Neal vive no sul da Califórnia.

Branco como a NeveBRANCO COMO A NEVE – Recuperando-se do terror que vivenciou nas mãos da máfia, Lumikki tem a chance de deixar a Finlândia, se livrando das roupas pesadas, das lembranças sombrias… e do perigo. Ela só quer ser uma garota normal, misturar-se à multidão de turistas e aproveitar as férias. Quando Lumikki conhece Zelenka, uma jovem misteriosa que alega ter o mesmo sangue que ela, as coincidências são inquietantes. Rapidamente ela se vê envolvida no mundo triste daquela mulher, descobrindo peças de um mistério que irá conduzi-la a uma seita secreta e aos mais altos escalões do poder corporativo. Para escapar dessa trama asfixiante, Lumikki não poderá fazer tudo sozinha. Não desta vez.

 ADICIONE A SUA LISTA DE DESEJADOS NO SKOOB

ISBN: 9788581636894

N° Páginas: 224

Autores: Salla Simukka é uma premiada autora de ficção para jovens adultos. Tradutora e roteirista de TV, já estudou filosofia nórdica, finlandês, literatura e escrita criativa. Nasceu em Tampere, na Finlândia, onde vive até hoje.

Pessoalmente estou muito ansiosa para o lançamento de Desintegrados, por que atualmente estou lendo Fragmentados (aguardem, resenha sairá em breve), o primeiro livro da série.  E vocês? Ansiosos para algum livro em específico? ❤